Dicas e sugestões para recuperar sua conta Google/Gmail

Dicas e sugestões para recuperar sua conta Google/Gmail

Este artigo contém sugestões e dicas que podem melhorar muito suas chances de recuperar o acesso à sua conta Google/Gmail. O artigo é longo, mas provavelmente é uma boa ideia lê-lo com bastante atenção.

O processo de recuperação de uma conta Google é composto por um conjunto de fatores que a Google usa para determinar o legítimo proprietário da conta. Você tem controle limitado a alguns desses fatores e nenhum controle sobre outros fatores. Mas entender esse processo é importante para você conseguir obter êxito na recuperação da sua conta.

Fatores que você pode controlar antes que a conta seja perdida - provavelmente você está lendo este artigo porque já perdeu o acesso a uma conta Google, então é um pouco tarde para esses itens. Ainda assim, manter isso em mente para aplicar em outras contas que você tenha pode evitar que você precise visitar este artigo novamente no futuro.

Senha da conta - anote-a e mantenha-a em algum lugar seguro. Todo mundo pensa que vai se lembrar da própria senha, mas muitos estão errados. Se você mantiver registros de sua senha, uma conta com uma senha perdida será facilmente recuperada apenas procurando pela senha no seu lugar seguro.

Opções de recuperação - configure as opções disponíveis (e-mail e telefone) para todas as suas contas Google. E o mais importante, mantenha-os ativos e atualizados.

Fatores que você pode controlar durante a recuperação de conta - detalhes sobre as perguntas feitas e como respondê-las.

Senha anterior - deve ser a senha mais recente que você possa lembrar com precisão para a conta. O Google não armazena uma versão legível de senhas, portanto, qualquer senha fornecida deve estar 100% correta ou não corresponderá a nenhuma entrada no histórico de senha da conta.

Pergunta de segurança - as perguntas de segurança não são mais suportadas, o que significa que você não pode adicioná-las ou modificá-las (apenas excluí-las). Mas se acontecer de você ter uma Pergunta de Segurança na sua conta, você terá a chance de respondê-la durante o processo de recuperação da conta. Suponha que a resposta deve ser precisa (não apenas aproximada).

Data de criação - (aparentemente esta pergunta não está mais sendo usada na recuperação de conta) - a data de criação da conta não precisa ser exata. Você pode errar por alguns dias ou talvez algumas semanas, mas não meses ou anos. Teste algumas datas aproximadas. Se você não sabe a data de criação, pode ser capaz de descobrir a partir de uma das formas abaixo:

  • Encontrar o e-mail de verificação de criação de conta que teria sido enviado para a conta de recuperação informada na época da criação da conta.
  • Associar a criação da conta a algum evento de vida, como graduação, mudança, mudança de emprego, etc.
  • Se a conta foi criada como parte da configuração de um novo dispositivo (celular ou tablet) , verifique a data no recibo de venda do dispositivo.
  • Se a conta foi criada para iniciar o serviço no dispositivo, verifique a data de início do seu contrato móvel.
  • Perguntar aos contatos se eles salvaram uma mensagem de mudança de e-mail enviada da nova conta do Gmail ou qualquer outro e-mail que você enviou quando a conta era nova.
  • Verificar a data de criação de quaisquer outras contas abertas ao mesmo tempo, como: Twitter, Facebook, etc.
  • Se você ainda tiver acesso à conta (talvez de um dispositivo móvel ainda conectado), procure na pasta “Todos os e-mails” pelo e-mail da criação da conta original ou as mensagens mais antigas que você ainda tem.

Mas não tente adivinhar a data de criação testando muitas datas. A Google pode dizer quando alguém está tentando adivinhar a data. Então isso não vai te ajudar.

"Se puder, diga-nos resumidamente por que não consegue acessar sua conta" - É aqui que você descreve o que aconteceu quando você perdeu o acesso à conta. Se corresponder às informações que o Google tem sobre o que aconteceu com a conta, pode servir como mais uma prova de que a conta é sua.

Tipo de acesso conhecido - a Google já deixou claro que fazer a recuperação da conta da mesma forma que a conta era normalmente acessada anteriormente ajuda muito na recuperação. A Google não documenta claramente quais dados eles usam, mas aparentemente parece ser alguns ou todos os seguintes:
  • Navegador (talvez relacionado a cookies salvos).
  • O computador físico ou dispositivo móvel. Se você usar um aplicativo / cliente de e-mail, use um navegador no mesmo dispositivo físico para tentar a recuperação.
  • Localização física. Se você sempre acessou a conta de um local específico (casa, trabalho, etc.), faça a recuperação desse mesmo local físico.
  • Endereço de IP. Semelhante à localização física, embora claramente os endereços IP possam mudar e mudam regularmente.

Se a conta foi usada regularmente em vários dispositivos, tente o processo de recuperação de conta em cada um deles.

Descreva o seu problema (ou um campo semelhante) - Ocasionalmente, você terá a opção de fornecer mais informações para ajudar a provar a propriedade da conta. Esse é um campo de formato livre onde você pode listar itens que a Google pode verificar. Mas existem algumas regras definidas sobre o que irá ou não ajudar a provar a propriedade com base no que a Google pode ou não usar.

1. O que incluir
  • Se você ainda tem acesso à conta, e que tipo de acesso é (celular, navegador, etc).
  • Por que você perdeu o acesso à conta:
    • Conta comprometida.
    • Senha perdida.
    • Bloqueio da verificação em duas etapas devido à perda do autenticador. ou telefone e não possui nenhum código de backup.
    • Desafio de "dispositivo não reconhecido".
    • Desafio "algo incomum".
    • Outro desafio de segurança (pergunta secreta, verificação de telefone). que não funciona.
  • Mais senhas anteriores das quais você se lembra.
  • Data de criação da conta, se isso nunca foi solicitado durante o processo de recuperação.
  • Última vez que você fez login com sucesso na conta.
  • Dispositivos (computadores ou celulares) usados ​​com a conta.
  • Locais usados ​​para acessar a conta, como país e cidade. 
2. O que não incluir
  • Qualquer dado que necessite que a conta seja acessada para verificar a informação. Devido à privacidade das contas Google, os funcionários da Google não têm acesso ao conteúdo das contas dos usuários. Portanto, não adianta incluir esses dados.
  • Qualquer coisa relacionada à vinculação ou uso de seu e-mail em outras contas/sites de sua propriedade (como Facebook, Twitter, etc).
  • Qualquer coisa que possa provar sua identificação pessoal, como carteira de identidade. Provar quem você é não prova que você é o proprietário de uma conta específica.

Lembre-se de que apenas as informações que a Google pode verificar com base no histórico de acesso à sua conta e aos registros do servidor da Google ajudarão no processo de recuperação da sua conta.

Fatores que você NÃO pode controlar - a Google tem muitas informações nos servidores de e-mail sobre contas que podem ser usadas para ajudar a validar uma reivindicação de propriedade de uma conta. A Google não documenta nada disso, mas é possível adivinhar o que provavelmente poderiam ser utilizados.
  • Locais onde a conta foi acessada anteriormente.
  • Dispositivos, computadores, navegadores, clientes e aplicativos usados ​​para acessar a conta.
  • Os tipos de acesso à conta usados, incluindo: web, IMAP, POP3, celular, etc.
  • O histórico de reivindicações de recuperação de conta feitas na conta, quando e onde foram feitas, de qual computador / dispositivo / local / navegador foram feitas. Isso inclui se outra pessoa também estiver tentando recuperar a mesma conta.
  • Tipos de acesso atuais e uso da conta (se ela foi comprometida e está sendo usada por um hacker).
  • E sem dúvida muitos mais que a gente não consegue imaginar.

A questão é que a Google sabe muito mais sobre a conta do que você pode imaginar, e eles possivelmente utilizam essas informações quando uma solicitação de recuperação de conta é feita.

Problemas logísticos com a recuperação de conta - há uma série de outras coisas a se ter em mente ao fazer a recuperação de conta:
  • Não importa quantas vezes você repete o processo de recuperação de conta, mas sempre fornecer mais e melhores respostas a cada tentativa. Se o seu envio for rejeitado, você deve se esforçar para fornecer mais respostas e informações mais precisas nos envios subsequentes. Não adianta repetir o processo se você não tem nada de novo a acrescentar.
  • Aguarde uma resposta antes de cada novo envio. Se disserem de 1 a 3 horas, sugiro esperar até o dia seguinte. Se você for informado de 3-5 dias úteis (que é uma semana inteira em tempo real), dê um ou dois dias extras.
  • Se você não estiver recebendo uma resposta, verifique se há respostas na pasta Spam ou na Lixeira no email de contato que você especificou. Certifique-se também de que está verificando a conta correta, aquela que você verificou com um código na última etapa do processo. Se você forneceu várias contas durante diferentes tentativas, verifique todas.
  • Envios duplicados ou envios sem esperar por uma resposta podem desencadear um bloqueio de envio, forçando você a esperar alguns dias para tentar novamente.
  • Adivinhar as respostas (como a data de criação) é provavelmente óbvio para a Google e pode fazer com que o processo pare de fazer essa pergunta.

Alternativa Simples - Senha salva no navegador  - Pode haver uma outra opção para recuperação da senha esquecida que é bem simples. Se você configurou o seu navegador para lembrar as suas senhas dos sites, você poderá visualizar a sua senha salva neste navegador.

Tanto o Firefox quanto o Chrome permitem que as senhas salvas sejam visualizadas em texto simples. Novamente, isso só funciona para pessoas que só esqueceram a senha da conta Google, mas, se aplicável no seu caso, não custa tentar.

Contas com canais grandes no Youtube - Se a sua conta Google envolvia também um canal grande no Youtube, acho que vale a pena também enviar uma postagem (com as informações sugeridas neste artigo) no Twitter marcando o @TeamYoutube.

Por fim, aqui está um artigo da Central de Ajuda da Google sobre Dicas para concluir as etapas de recuperação de conta.

 

 


 

Comentários

In-feed

Também pode lhe interessar:

Postagens mais visitadas deste blog

Como recuperar uma conta Google/Gmail - Passo a passo

Proteja sua conta do Gmail em 4 passos

Perguntas frequentes sobre recuperação da conta Google/Gmail

A conta do Gmail não está recebendo e-mails? Veja como corrigir